Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 9 de maio de 2008

VÍDEO: Pão simbólico judaico é consumido em dia sagrado; veja modo de preparo

VÍDEO: Pão simbólico judaico é consumido em dia sagrado; veja modo de preparo


da Folha Online, em 07/05/2008.

A Challah, um pão típico da cozinha judaica, é consumida durante uma cerimônia realizada no dia do descanso semanal sagrado. Neste videocast acompanhe uma receita da culinária judaica e conheça os rituais e simbolismos desta cultura.

A chef Simone Chevis ensina receita de um pão tradicional. Não faz parte dos ingredientes o leite, pois isso impediria de consumi-lo com carnes, servidas nas cerimônias de shabbat. "A challah é um pão simbólico do povo judeu que consumimos na sexta-feira, durante o shabbat, uma cerimônia religiosa que marca o final da semana e o início do dia do descanso", explica a chef.

Ingredientes

Massa

  • um pacote de fermento seco biológico (ou 1 colher de sopa)
  • 1/2 xíc. (chá) de açúcar
  • 5 ovos
  • 1/2 xíc. (chá) de óleo
  • 1/2 xíc. de uvas-passas
  • 7 a 9 xícaras de farinha de trigo
  • 1 e 3/4 xíc. de água morna
  • 1 pitada de sal
  • gergelim para polvilhar

Modo de Preparo
Em um refratário coloque a água morna, o fermento e o açúcar. Misture com a mão ou com uma espátula. Junte uma pitada de sal, quatro ovos (em temperatura ambiente) e o óleo. Adicione a farinha aos poucos. Coloque as uvas-passas quando a mistura estiver quase no ponto e deixe a massa crescer por cerca de uma hora em uma vasilia untada com óleo. Divida a massa em seis pedaços, molde-os e depois basta trança-los. Leve ao forno (180ºC) por 30 minutos.

A receita é suficiente para preparar dois pães.

Nenhum comentário: