Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Designação e instabilidade do sentido: "Israel" e "Palestina" na folha de São Paulo

Designação e instabilidade do sentido: "Israel" e "Palestina" na folha de São Paulo
Taisir Mahmudo Karim
Dissertação de mestrado em Lingüística (UNICAMP)
Orientador:
Prof. Dr. Eduardo Roberto Junqueira Guimarães.
Data de defesa: 14/09/2000.
Resumo: Procuramos, neste trabalho, a partir da perspectiva teórica da Semântica Histórica da Enunciação, mostrar o movimento das designações que referem Israel/israelense e Palestina/palestinos no discurso da imprensa, movimento esse constitutivo da significação que institucionaliza e estabiliza determinados sentidos silenciando outros, sendo que esses sentidos institucionalizados são os sentidos ditos verdadeiros, os do senso comum. Desenvolvemos nesta pesquisa, primeiramente, uma reflexão sobre a concepção, ainda muito forte, de que a atividade jornalística preza (assegura) uma de suas principais regras básicas, a da exigência da imparcialidade. Em seguida analisamos o processo de reescrituração das designações que referem Israel/israelenses e Palestina/palestinos no discurso da imprensa. Para essa análise consideramos três aspectos: a) o da estrutura morfossintática; b) o do funcionamento semântico-enunciativo e c) o das determinações. Essas análises nos levaram a compreensão do processo das formações imaginárias constitutivas da imagem que o jornal constrói de si mesmo e daquilo de que trata.

Nenhum comentário: