Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

quarta-feira, 30 de julho de 2008

O Institut for Historical Review e a Negação da História

Fernanda Teixeira Moreira
O Institut for Historical Review e a Negação da História

O Negacionismo é um movimento intelectual vinculado a extrema-direita que surgiu logo após a Segunda Guerra Mundial, ainda na década de 1940. Autodenominando-se Revisionismo, os adeptos do negacionismo pretendem “revisar” a história, através da negação da existência de câmaras de gás e do assassinato em massa de judeus e outros grupos nos campos de concentração nazistas. Para fornecer autoridade institucional aos autores negacionistas, em 1979 foi criado o Institut for Historical Review (IHR), pelo o anti-semita norte-americano Willi Carto, tornando-se o principal centro articulador do negacionismo, principalmente através da realização de conferências e da publicação do Journal of Historical Review. Considerando que enquanto ideologia as idéias negacionistas são “a expressão particularmente assustadora da naturalidade com que convivemos com verbalismo vazio e a demagogia pseudo-científica” (Milman, 2000:116), neste trabalho procuro analisar a contribuição do IHR na difusão das idéias negacionistas e na negação da historiografia oficial sobre a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto. Deter-me-ei na análise do negacionismo como uma construção ideológica de aparência historiográfica (Milman, 2000), que tem como objetivo principal a reabilitação dos projetos Nacional-socialistas.

Download do Trabalho

Nenhum comentário: