Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

quinta-feira, 25 de junho de 2009

José Roitberg: ENEM no shabat - fazer ou não fazer?


Os artigos sobre Israel sempre atualizados você encontra aqui.


Destaque 1

Roitblog (23/06/2009)

  • José Roitberg: ENEM no shabat - fazer ou não fazer?: Neste ano o governo federal tomou medidas unilaterais em relação ao ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio. Desde que foi criado ocorria em uma etapa aos domingos, normalmente o último de agosto. De repente o ENEM passa a ter duas partes, uma no sábado e outra no domingo, 3 e 4 de outubro (Sucot). Caindo no sábado cria um problema de uma atividade obrigatória para judeus e adventistas do sétimo dia, observantes do sábado como dia de descanso. >>> Leia mais, clique aqui.


Destaque 2

UFRJ – Olhar Virtual – Edição 255 (23/06/2009)

  • Desvendando o Irã: O trabalho de jornalistas em regiões de conflito sempre foi difícil. Mas, de uma forma ou de outra, a reportagem normalmente é feita e os fatos são noticiados. No Irã, essa tarefa tornou-se ainda mais complicada diante das restrições impostas pelo governo teocrático local, que anulou todas as permissões de trabalho das agências de notícias estrangeiras. Os repórteres estão proibidos de cobrir atos públicos sem autorização do Ministério de Guia e Orientação Islâmico iraniano. A razão apresentada para se tomar tal atitude é o fato de o presidente reeleito Mahmoud Ahmadinejad, cuja vitória nas urnas foi considerada fraudulenta pela oposição, ter acusado a imprensa estrangeira de intervir nos assuntos internos do país. Para Mohammed Elhajji, professor da Escola de Comunicação da UFRJ (ECO), a situação na região nunca foi das mais tranquilas. Sempre houve restrições à cobertura dos acontecimentos locais. Porém, o que acontece atualmente evidencia ainda mais o caráter autoritário do governo eleito. “A mídia (tanto nacional como internacional) nunca foi livre no Irã, mas numa situação como a atual os regimes autoritários geralmente reagem de maneira mais que contundente para evitar que o descontentamento tome dimensões incontroláveis”, disse o professor. >>> Leia mais, clique aqui.


Destaque 3

Revista Aventuras na História – edição 072 (julho de 2009)

  • Meu avô contra Hitler: Em entrevista exclusiva a História, o neto de Claus von Stauffenberg, o militar alemão que tentou matar o Führer em 1944, conta a história de sua família e fala de Operação Valquíria, filme baseado no atentado, do qual participa.


Último Segundo (25/06/2009)


FSP online (25/06/2009)


Leia mais:


Veja mais:

25/06/2009

24/06/2009)

Nenhum comentário: