Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Tribunal retoma julgamento de suposto criminoso nazista

Deutsche Welle (07/12/2010): Tribunal retoma julgamento de suposto criminoso nazista: John Demjanjuk é acusado de ter colaborado com o assassinato de mais de 27 mil judeus no campo de concentração nazista de Sobibór. Como não há provas até o momento, talvez ele nem venha a ser condenado. Há um ano o Tribunal Regional de Munique 2 se ocupa do caso de John Demjanjuk, de 90 anos, acusado de ter participado ativamente do genocídio de judeus durante o regime nazista da Alemanha. Nesta terça-feira (07/12), o processo será retomado. Na condição de guarda do campo de concentração de Sobibór, Demjanjuk é acusado de ter colaborado com o assassinato de 27.900 prisioneiros, sobretudo judeus, em câmaras de gás. O tribunal previu novas sessões até 2 de março de 2011 para analisar o caso, mas não é certo que até lá haja um veredicto. Jornalistas, parentes das vítimas e sobreviventes do Holocausto provindos de todo o mundo compareceram à sessão inaugural do caso, em 30 de novembro de 2009. "Não estou em busca de vingança; quero que ele diga a verdade", disse na época Thomas Blatt, de 83 anos, sobrevivente de Sobibór que perdeu os pais e um irmão no Holocausto e hoje vive nos Estados Unidos. A condenação de Demjanjuk não é certa, já que não há testemunhas que possam confirmar a participação dele em crimes coletivos nem provas de ações individuais. Demjanjuk nasceu na atual Ucrânia e obteve mais tarde a cidadania americana, que acabou perdendo devido às suspeitas de envolvimento com o nazismo. >>> Leia mais, clique aqui.

Nenhum comentário: