Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 4 de junho de 2011

Primeiro documento em que Hitler defende a matança de judeus é arrematado por museu do Holocausto nos EUA

O Globo (03/06/2011): Primeiro documento em que Hitler defende a matança de judeus é arrematado por museu do Holocausto nos EUA: O primeiro documento em que o ditador nazista austríaco Adolf Hitler defende o extermínio de judeus foi comprado por um museu do Holocausto em Los Angeles por 100 mil libras, informou o jornal britânico "Daily Mail". A carta de 1919 relata os planos do líder nazista para exterminar judeus 21 anos antes de ele começar o massacre antisemita na Rússia e em campos de concentração na Polônia ocupada. Conhecido como "Gemlich Letter", o documento foi enviado para Adolf Gemlich, chefe do exército alemão depois da Primeira Guerra Mundial. Na época, Hitler morava na cidade alemã de Munique. Ao escrever sobre a "questão judaica", Hitler descreve os judeus como uma "raça tuberculosa" e ressalta que há uma necessidade de "eliminar os privilégios dos judeus", evocando uma "lei dos alienígenas'. >>> Leia mais, clique aqui.


Veja mais:

Nenhum comentário: