Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 3 de maio de 2008

Maior parte dos alemães não acredita em responsabilidade especial com Israel

da Efe, em Berlim

A maior parte dos alemães diz que seu país não já tem uma "responsabilidade especial" para com Israel, segundo revela uma enquete realizada pela televisão pública alemã "ZDF", por ocasião do 60º aniversário da fundação do Estado judeu.

Cerca de 53% dos entrevistados disseram não acreditar nessa "responsabilidade especial" da Alemanha, contra 40% que afirmaram que o país ainda tem obrigações com Israel, por causa da história recente de ambos os países. Os 7% restantes se abstiveram.

A percentagem dos que já não vêem esse vínculo é claramente maior entre os menores de 40 anos, faixa etária no qual apenas 29% dos entrevistados deram uma resposta afirmativa à pergunta. Por outro lado, a partir dos 60 anos, 48% dos indagados reconheceram tal responsabilidade histórica.

Ao serem perguntados se a Alemanha deveria apoiar politicamente Israel caso o país sofresse um ataque, 58% responderam afirmativamente, enquanto 33% o fizeram negativamente.

Por outro lado, apenas 13% se pronunciaram a favor de um apoio militar em caso de agressão, contra 82% que rejeitaram tal possibilidade.

Até agora, tanto o atual governo de Angela Merkel quanto seus antecessores insistiram nessa responsabilidade histórica para com Israel.

Merkel ressaltou em sua última viagem a Israel, em fevereiro, a importância das relações com Israel, e abriu uma rodada de consultas bilaterais anuais, formato que até agora só mantinha com França, Polônia, Espanha, Itália e Rússia.

A visita coincidia com os preparativos para o aniversário da fundação de Israel, país onde vivem mais de 250 mil sobreviventes do Holocausto nazista, que matou mais de seis milhões de judeus.

Leia mais

Extraído de:
FSP on-line, em 03/05/2008.

Nenhum comentário: