Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 24 de janeiro de 2009

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27 de janeiro)

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27 de janeiro)



A Assembléia Geral das Nações Unidas aprovou no dia 01 de novembro de 2005 (3ª-feira), a resolução 60/7 que designa 27 de Janeiro, como o Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto. A data é uma homenagem aos seis milhões de judeus e às outras vítimas do extermínio nazista.


Vários países, incluindo Grã-Bretanha, Itália e Alemanha, já consideram 27 de janeiro o dia da memória das vítimas do Holocausto porque foi nessa data, em 1945, que os soviéticos liberaram o campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polônia.


A resolução, proposta por Israel, foi co-patrocinada por outros 104 países e aprovada por consenso (sem necessidade de votação).


O texto da resolução rejeita qualquer questionamento de que o Holocausto foi um evento histórico, enfatiza o dever dos Estados-membros de educar futuras gerações sobre os horrores do genocídio e condena todas as manifestações de intolerância ou violência baseadas em origem étnica ou crença.


A resolução pede também ao Secretário-Geral que crie um programa de comunicação sobre o tema "O Holocausto e as Nações Unidas" e que incentive a sociedade civil a promover a memória do Holocausto e iniciativas educativas.


Jan Elliasson, que na ocasião da criação da resolução presidiu a Assembléia Geral, lembrou que parte da missão original da ONU, criada após a Segunda Guerra, era assegurar que atrocidades como o Holocausto não voltariam a acontecer.



A iniciativa da ONU tem importância no sentido histórico e igualmente pedagógico.



Os principais elementos do Programa compreendem:

  1. O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, 27 de Janeiro: É celebrado em todos os escritórios das Nações Unidas, no mundo inteiro, um dia internacional anual dedicado à memória das vítimas do Holocausto.
  2. Sessão de informação anual para sensibilização para o Holocausto e a prevenção de atos de genocídio: Especialistas partilham as boas práticas no domínio da memória do Holocausto, a fim de incentivar a elaboração de programas de educação e de comunicação com o objetivo de ajudar a evitar futuros atos de genocídio.


Veja o link elaborado pela ONU:

http://www.un.org/holocaustremembrance/



Abaixo, algumas iniciativas inovadoras para o ensino e divulgação dos estudos sobre o Holocausto:


Dica de leitura:

Arquivo Maaravi - Revista Digital de Estudos Judaicos da UFMG - Nº1: Dossiê - Shoah: arquivos do bem, arquivos do mal.



Brasil


Obs. 1: A temática sobre 2ª Guerra Mundial, Nazismo e Holocausto faz parte do ensino da disciplina de História nos ensinos fundamental (ex-1º Grau) e médio (ex-2º Grau).

Obs. 2: A Lei de Diretrizes e Bases permite que sejam destinados 25% da carga horária a atividades diferentes.



UNRIC


Documentário

  • Corría el año: El Holocausto: César Vidal analiza el Holocausto y sus consecuencias. Documental, "El holocausto". Invitados, Ricardo Artola (Escritor) y Uriel Macías, (especialista en bibliografía judaica).



Estudos Judaicos: Links - Nazismo - Neonazismo - Holocausto - Anti-semitismo - Preconceito



Estudos Judaicos: Temas de Postagens

Anti-semitismo - ARQSHOA - Auschwitz - Campos de concentração - Genocídio - Gueto de Varsóvia - Holocausto - Holocausto e Anti-semitismo - Intolerância - Kristallnacht - LEER/USP - Nazi-fascismo - Nazismo - Nazismo e Holocausto - Nazismo no Brasil - Negacionismo - Neofascismo - Neonazismo - Revisionismo


Nenhum comentário: