Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (226) .... Ódio em Gaza contra Israel aumenta extremismo, diz ONU

Jornal Nacional (30/01/2009)


FSP online (30/01/2009)


Zenit (30/01/2009)


Ciberteologia: Revista de Teologia & Cultura

Edição nº 21- Ano III - Janeiro/Fevereiro 2009 - ISSN: 1809-2888

Artigo de Genivalda Araujo Cravo dos Santos: Tecendo alguns aspectos identitários e psicológicos do fundamentalismo: O objetivo deste trabalho é refletir, a partir dos autores aqui citados, alguns aspectos identitários e psicológicos contidos no fundamentalismo. Para tanto citaremos alguns casos exemplos de fundamentalismo religioso e econômico/político. Esperamos tecer algumas características históricas e sociológicas desses aspectos e apontar possíveis correlações entre os diversos tipos de fundamentalismos.



REVISTA MÚLTIPLA, ANO VII - Nº 12 – 2002

MICHELOTO, Antonio Ricardo. Fundamentalismo religioso e violência política: ensaio sobre possíveis relações. Revista Múltipla, Brasília, v. 7 n. 12, pp. 17-36, jun 2002.

Disponível em: <http://www.upis.br/revistamultipla/multipla12.pdf#page=17>. Acesso em: 30 jan 2009.

Resumo: Neste pequeno ensaio sociológico, o autor discute a questão do fundamentalismo religioso e suas diversas manifestações contemporâneas, analisando os fatores históricos e culturais responsáveis por essa forma radical de oposição ao mundo moderno. Analisa também algumas circunstâncias em que a resposta fundamentalista transforma-se em violência política cometida contra indivíduos, grupos sociais e/ou nações. O ponto de vista defendido é o de que a própria modernidade, por sua parcialidade e contradições, estimula o fundamentalismo e as ações violentas nele eventualmente apoiadas ou por ele justificadas.

Palavras-chave: religião, fundamentalismo, modernidade, violência política.



Terra Notícias (30/01/2009)



Diário Digital


Aurora (30/01/2009)



Simon Wiesenthal Center (29 e 30/01/2009)


Rebelión


Veja mais:

30/01/2009

Nenhum comentário: