Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 27 de junho de 2009

Reconhecimento e diferenciação nos caminhos da integração: a identidade judaica nas colônias agrícolas da Jewish Colonization Association


Os artigos sobre Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque

Reconhecimento e diferenciação nos caminhos da integração: a identidade judaica nas colônias agrícolas da Jewish Colonization Association - Quatro Irmãos e Moisés Ville (1890-1930)

Taciana Machado Barboza

Dissertação de mestrado em História (UFRGS, em 2008).

Resumo: Esta dissertação propõe uma análise sobre a identidade judaica nas colônias agrícolas empreendidas pela Jewish Colonization Association (ICA), especificamente Quatro Irmãos (Brasil) e Moisés Ville (Argentina), no período entre 1890 e 1930, período de construção e consolidação de Estados Nacionais, onde a entrada de imigrantes estava intimamente relacionada às idéias sobre o futuro das nações. O objetivo central desse estudo é discutir de que forma o sentimento de pertencer a uma coletividade judaica pôde estabelecer vínculos com uma identidade regional, num período em que o processo de construção da nação estava se consolidando e perpassando as demais formas de identificação social do sujeito, passando por questões como a afirmação da identidade cultural judaica pré-migratória, o conflito identitário entre a sociedade pré-migratória e a sociedade receptora e a adoção parcial de uma identidade local (regional). A hipótese central deste trabalho é de que as condições de assimilação, e portanto de construção de uma nova identidade, variam de acordo com as condições concretas de formação e existência destas colônias. A formação destas colônias, por sua vez, envolvia a constituição de dois espaços diferenciados: o espaço concreto, vivido cotidianamente, ou seja, a colônia e sua estrutura de preservação da identidade judaica, e a sociedade de instalação destas colônias, um espaço diferenciado onde era preciso integrarse/ adaptar-se. Partindo de um estudo comparativo, defendo a idéia de que a constituição das colônias da ICA, considerando as formas por estas assumidas, e considerando as sociedades receptoras, permitiram a construção de uma nova identidade, sem que isto implicasse numa renúncia ao judaísmo diante da integração. >>> Leia mais, clique aqui.



FSP online (27/06/2009)


Último Segundo (27/06/2009)


Deutsche Welle (27/06/2009)


Leia mais:


Veja mais:

27/06/2009

26/06/2009

25/06/2009

Nenhum comentário: