Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Gustavo Chacra: De São Paulo a Tel Aviv, uma repórter brasileira entre israelenses e palestinos


Os artigos sobre Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Sucot 2009 / 5770


Destaque 1


Destaque 2

  • Veja São Paulo: O rei do tabuleiro: No caminho que percorre quase todos os dias da entrada do clube A Hebraica, no Jardim Paulistano, até sua diminuta sala de xadrez, André Diamant para diversas vezes e cumprimenta os sócios da associação judaica. Não precisa usar a camisa azul com seu nome grafado em branco nas costas para ser reconhecido. No lugar onde treina, ele é visto como herói. Não é para menos. Aos 19 anos, Diamant é o atual campeão brasileiro de xadrez, independentemente de categoria. Em março, recebeu o título mais importante do jogo de tabuleiro: tornou-se Grande Mestre Internacional, credencial que só outros sete brasileiros levam no currículo. Antes disso, troféus importantes como um Pan-Americano já adornavam sua prateleira. ‘Por causa da minha profissão, visitei pelo menos vinte países’, conta. Nascido em Fortaleza, Diamant se mudou para São Paulo quando bebê e, e aos 4 anos, entrou no mundo das torres bispos e cavalos. (...) Até os 12 anos, em respeito a sua origem judaica, usava um quipá em todos os jogos dos quais participava, mas o substituiu por estilosos bonés. ‘O pessoal diz que dá sorte’, explica. Em sua opinião, porém, o que forma um grande enxadrista é a combinação de paciência e concentração. ‘O dom também é importante, claro’, afirma o atual rei do tabuleiro nacional. E isso ele parece ter de sobra.


Estadão (02/10/2009)

  • Gustavo Chacra: De São Paulo a Tel Aviv, uma repórter brasileira entre israelenses e palestinos: Depois da cobertura da Guerra de Gaza e antes das eleições israelenses, o jornalista da rede Globo Alberto Gaspar convidou alguns brasileiros para jantarem em sua casa em Jeursalém. Entre os presentes, estava a repórter da BBC-Brasil Gila Flint, que eu já conhecia por suas matérias em jornais, rádios e TVs do Brasil. Carismática, ela descreveu a todos a sua impressionante história de vida entre São Paulo e Tel Aviv. Agora, lançará, no dia 15, o livro “Miragem de Paz – Israel e Palestina, Processos e Retrocessos, da editora Civilização Brasileira. Uma raridade, já que são poucas as publicações escritas originalmente em português sobre o Oriente Médio, ainda mais por alguém com quatro décadas de Israel e territórios palestinos. Abaixo, trechos da entrevista que fiz com a Gila Flint, que viaja hoje de Tel Aviv para São Paulo.


Leia mais:


Veja mais:

02/10/2009

01/10/2009

Nenhum comentário: