Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Peça da triste memória de Auschwitz é roubada


Os artigos sobre Estudos Judaicos e Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque 1


Destaque 2


Destaque 3

  • Revista Época (17/12/2009): Uma parte da minha família voltou a existir hoje: Em 1944, parte da minha família foi morta pelos nazistas em Auschwitz. Os exterminadores destruíram qualquer prova de que, um dia, eles existiram. Via internet, informei ao Museu do Holocausto as suas identidades. Decorridos 65 anos de suas mortes, meus parentes, hoje, saíram do limbo da inexistência.


FSP online (18/12/2009)


Estadão (18/12/2009)


Terra (18/12/2009)


G1 (18/12/2009)


Último Segundo (18/12/2009)


Uol Internacional / Mídia Global (18/12/2009)


Aurora Digital (18/12/2009)


Un écho d’Israël (18/12/2009)


Deutsche Welle (17/12/2009)


BBC Brasil (17/12/2009)

  • Israel
  • Oriente Médio
  • Doação de órgãos: Israel tornou-se o primeiro país do mundo a dar prioridade para recebimento de órgãos a pessoas que são doadoras. Familiares de doadores também terão prioridade. Para algumas pessoas, a nova lei que foi aprovada no país incentiva que mais pessoas se tornem doadores de órgãos. Já alguns críticos dizem que os pacientes deveriam receber órgãos de acordo com a urgência de cada caso, e não pelo novo critério. E você, o que acha? É justo dar prioridade em transplantes a doadores de órgãos? Ou a lei é injusta com quem está em situação mais grave? Opine!
  • Dubai prendeu mais de 6 mil pessoas na praia neste ano


Leia mais:


Veja mais:

17/12/2009

16/12/2009

15/12/2009

14/12/2009


Nenhum comentário: