Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Processo de identificação: Um estudo de caso da Comunidade Judaica do Recife e sua relação com o Estado de Israel

Processo de identificação: Um estudo de caso da Comunidade Judaica do Recife e sua relação com o Estado de Israel

Aristóteles Veloso da Silva Muniz

Dissertação de mestrado em Sociologia (UFPE).

Data da defesa: 27/08/2008.

Resumo: O objetivo deste trabalho foi compreender, do ponto de vista da construção das identidades, se os judeus locais se identificam com os problemas – retorno dos refugiados palestinos, a divisão de Jerusalém, o processo de assentamentos judaicos e o futuro Estado palestino – que afligem o Estado de Israel. Verificou-se que tal identificação se concretizou e que ela foi marcada pela diferença nos posicionamentos em torno dos problemas apresentados acima, e pela identificação em torno de uma demanda que garante a unidade do grupo: o reconhecimento, pelos árabes, da existência do Estado de Israel em paz e segurança. A discussão teórica desenvolvida no trabalho procura entender o processo de identificação através de uma concepção de sujeito descentrado, concepção de sujeito que emerge de um contexto social e político marcado pela fragmentação dos processos constitutivos da realidade. É por meio do jogo da diferença que esse trabalho se orienta com relação ao processo de identificação. E foi através deste jogo que o grupo pesquisado mobilizou aspectos simbólicos – a consciência histórica, os aspectos étnico-religiosos, o anti-semitismo e o Estado de Israel – para constituir seu processo de identificação tanto com Israel quanto com os problemas para paz com os palestinos e para marcar sua diferença com relação ao mundo árabe.

Nenhum comentário: