Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

domingo, 24 de julho de 2011

Descoberta de submarino alemão da Segunda Guerra afundado na costa de Santa Catarina inicia pesquisas sobre militares e embarcações do Reich no Brasil

O Globo online (23/07/2011): Descoberta de submarino alemão da Segunda Guerra afundado na costa de Santa Catarina inicia pesquisas sobre militares e embarcações do Reich no Brasil: À frente do submarino alemão U513, submerso no litoral catarinense durante a Segunda Guerra Mundial e encontrado na semana passada, estava uma personalidade peculiar. Uma pesquisa conduzida pelo velejador Vilfredo Schürmann, que liderou as buscas pela embarcação e fará um documentário sobre ela, trouxe novas revelações a respeito de Karl Friedrich Guggenberger. Após conversar com o piloto de um dos hidroaviões que bombardeou o submarino e de analisar registros sobre a operação, executada pelos EUA, Schürmann prepara-se para continuar o levantamento na Alemanha, onde quer entrevistar os filhos do militar nazista. O capitão-de-corveta Guggenberger é um exemplo de como muitos nazistas proeminentes escaparam relativamente impunes ao fim do regime. Foi preso, mas, anos depois, reingressou na Marinha alemã, já totalmente reformulada, e até ocupou um alto cargo na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Na guerra, Guggenberger deu trabalho para os Aliados. Condecorado com a Cruz de Ferro, a maior honraria do Reich, o militar afundou 17 navios, levando 70 mil toneladas de carga para o mar. E tripudiou os americanos, facilitando a fuga de prisioneiros dos EUA para o México. >>> Leia mais, clique aqui.

Nenhum comentário: