Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 16 de janeiro de 2010

Guerra aberta: Iêmen diz ter matado chefe local da Al Qaeda


Os artigos sobre Estudos Judaicos e Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque Brasil Judaico

  • Pesquisadores investigam raízes judaicas no Judiciário de Rondônia: Centro Histórico do Poder Judiciário Estadual (CDH) está sendo utilizado por integrantes do Centro Judaico de Rondônia (Cejuron), como fonte de pesquisa sobre as origens do povo judeu nos vales dos rios Madeira, Mamoré e Guaporé. A pesquisa para resgatar os registros é feita em processos judiciais, livros cartoriais de Imóveis, entre outras peças do acervo . A previsão é que o estudo dure até o mês de março. A historiadora do CDH, Nilza Menezes, explica que há cerca de um mês dois pesquisadores estão utilizando o acervo do CDH para identificar os descendentes judaicos que vivem na região Amazônica e também sobre os imigrantes que exerceram cargos públicos em Santo Antonio do Madeira. É o caso de Chacon (nos arquivos não constam o seu nome completo), primeiro juiz da comarca nos anos de 1912-1914; o juiz Moyses José Bensabaht, suplente nos anos de 1913-1916 e o juiz José Penha do Distrito Judiciário do Estado do Amazonas. Segundo o vice-presidente do Cejuron, Heleno Hazan, o estudo irá proporcionar uma exposição, prevista para o próximo mês de maio, quando as pessoas poderão conhecer os dados apurados no acervo do Judiciário. A mostra, segundo ele, percorrerá três municípios de Rondônia: Porto Velho, Ji-Paraná e Guajará Mirim. Em seguida será encaminhada para o Museu da Diáspora, em Israel. “Nosso empenho é para que todos os judeus possam compartilhar dos resultados da pesquisa. O material é rico e os historiadores da instituição estão colaborando para qualidade da acervo judaico”, enfatizou Hazan. De acordo com a historiadora, pesquisadores de outras nacionalidade como portugueses, árabes e gregos também estão utilizando o Centro Histórico para consultar os documentos do Judiciário com o objetivo de esclarecer histórias dos seus antepassados. “Muitos procuram o CDH na tentativa de encontrar suas origens por meio de documentos que mostram registro de profissões, casamentos e atividades burocráticas. Estamos abertos à comunidade e o interesse pela diversidade cultural de nossa região tem sido constante”, completou Nilza Menezes, autora de artigo sobre o assunto. Leia o artigo na íntegra.
  • A Historia do Brasil e o Judaismo


Destaque Mundo Judaico


Pletz (16/01/2010)


FSP (16/01/2010)


FSP online (16/01/2010)


Estadão (16/01/2010)


CB (16/01/2010)


Terra (16/01/2010)


G1 (16/01/2010)


Último Segundo (16/01/2010)


Uol Internacional / Mídia Global (16/01/2010)


IHU (16/01/2010)

  • Cinema e religião: as sutis alterações causadas na teologia tradicional. Entrevista especial com Luiz Vadico: Não há dúvida de que, em uma sociedade alimentada pelo culto à imagem, o cinema é uma das fontes mais abundantes de elementos para a construção do seu imaginário social. E os construtos que daí nascem alcançam os mais diversos ambientes, como, por exemplo, templos e igrejas. Ou senão, entre os não crentes, o cinema também cativa pela espiritualidade vaga e difusa, sem um "Deus" único específico. Para compreender como se dá essa relação cinema e religião, a IHU On-Line entrevistou, por e-mail, o Prof. Dr. Luiz Vadico, da Universidade Anhembi Morumbi, de São Paulo. Para ele, "o cinema serve para emocionar", citando Jean Mitry. Mas é também "um registro do imaginário social de uma época". Por isso, nesta entrevista, Vadico nos ajuda a compreender qual a razão de Hollywood, especificamente, estar se voltando para temáticas espirituais de fundo religioso. Passando também pelo cinema autoral e brasileiro, o historiador e doutor em multimeios analisa também a obra do diretor polonês Krzysztof Kieslowski, "Decálogo" (1989), que será exibida na programação da Páscoa IHU 2010, em março deste ano. Luiz Vadico é professor titular do mestrado em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. Historiador formado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), é mestre e doutor em Multimeios pela mesma instituição. Atualmente pesquisa Narratividade e Estética nos Primeiros Filmes de Cristo (1897-1921). Confira a entrevista.


Aurora Digital (16/01/2010)


BBC Brasil (15/01/2010)


Leia mais:


Veja mais:

15/01/2010

14/01/2010

13/01/2010


Nenhum comentário: