Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

domingo, 2 de janeiro de 2011

Bourekas e caipiras: Topol e Mazzaropi

ALCEU - v. 9 - n.18 - p. 56 a 72 - jan./jun. 2009

Bourekas e caipiras: Topol e Mazzaropi

José Gatti

Resumo: Este ensaio aborda comparativamente filmes de dois gêneros cinematográficos: boureka, em Israel, e caipira, no Brasil. Os dois países produziram comédias retratando os conflitos de personagens oriundos do meio rural em seu processo de assimilação no meio urbano. Essas comédias atingiram seu apogeu nos anos 1960 e obtiveram grande popularidade até o final dos anos 1970. A despeito das enormes diferenças entre as cinematografias israelense e brasileira, certos pontos de contato permitem vislumbrar tendências presentes em muitos cinemas nacionais. A temática do personagem oriundo do meio rural e seus enfrentamentos com o mundo urbano está na origem dos cinemas israelense e norte-americano, assim como na origem do cinema brasileiro. Compara-se aqui o trabalho de dois atores centrais na história desses gêneros, assim como na história do cinema de seus países: Topol e Mazzaropi.

Palavras-chave: Políticas de representação; Representação étnica; Cinema brasileiro; Cinema israelense; Comédia.

Nenhum comentário: