Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Nahum Sirotsky: Israel repensa táticas de defesa


Os artigos sobre Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque 1


Destaque 2

  • Em Cima da Hora (14/09/2009): Osama Bin Laden divulga mensagem ao povo americano: A gravação foi divulgada em uma página da internet usada por grupos de radicais islâmicos. O líder da rede terrorista Al Qaeda critica a aliança entre EUA e Israel.


O Globo (14/09/2009)


Israel: assentamentos são causa de impasse

Mitchell, enviado especial dos EUA, chega a Jerusalém e cobra urgência na retomada das negociações de paz


Renata Malkes Especial para O GLOBO


JERUSALÉM. Enquanto colonos entravam em choque com a polícia nos arredores da cidade palestina de Nablus, na Cisjordânia, a questão dos assentamentos judeus voltou a desafiar a diplomacia internacional e a retomada das negociações de paz. O enviado especial dos EUA ao Oriente Médio, George Mitchell, reuniu-se ontem em Jerusalém com o presidente de Israel, Shimon Peres, e reiterou a demanda americana de que o país deve cessar completamente a construção de novas comunidades nos territórios palestinos. As pressões sobre a administração israelense vieram também do Cairo, onde o presidente do Egito, Hosni Mubarak, recebeu o premier, Benjamin Netanyahu, em sua residência oficial.


Netanyahu estaria tentando fazer com que o Egito convença o presidente palestino, Mahmoud Abbas, a retomar o diálogo com Israel para, somente então, determinar oficialmente o fim da expansão de colônias na Cisjordânia.


Quebrando a tradição, Mubarak recebeu Netanyahu em sua residência oficial e convidou o israelense a participar do iftar, a refeição noturna que quebra o jejum do mês sagrado do Ramadã.


O porta-voz do governo egípcio, Suleiman Awad, disse que os dois lados ainda não conseguiram chegar a um entendimento quanto aos pontos nevrálgicos do conflito que se arrasta por décadas: as fronteiras do futuro Estado palestino, o status de Jerusalém e a questão dos refugiados.


Mas, apesar do clima cordial do encontro, em Jerusalém, o enviado americano ao Oriente Médio, George Mitchell, reafirmou a determinação do presidente dos EUA, Barack Obama, em passar do campo da retórica para a prática.


Ele reuniu-se com Shimon Peres e hoje é a vez de encontrarse com Netanyahu, em Jerusalém, e com Abbas, em Ramallah, na Cisjordânia.


— Há um senso de urgência para alcançarmos um acordo durante esta visita — disse Mitchell.


Negociação pode continuar em conferência tripla Analistas acreditam que o objetivo da viagem é conseguir o sinal verde para a realização de uma conferência tripla, que pretende reunir pela primeira vez os líderes palestinos e israelenses com Obama durante a próxima reunião da Assembleia Geral das ONU. Mesmo diante do cerco diplomático a Israel, nos campos da Cisjordânia, a batalha pela terra teve ontem mais um round de violência. Dezenas de colonos judeus entraram em choque com agentes da polícia de fronteira ao serem interceptados levando um caminhão de materiais de construção no complexo Havat Gilad, perto de Nablus, no norte da Cisjordânia.


Pelo menos três pessoas foram detidas e um policial ficou ferido no confronto.



FSP (14/09/2009)


FSP online (14/09/2009)


Estadão (14/09/2009)


JB (14/09/2009)


ZH (14/09/2009)


CB (14/09/2009)


GP (14/09/2009)


Terra (14/09/2009)


G1 (14/09/2009)


Último Segundo (14/09/2009)


Uol Internacional / Mídia Global (14/09/2009)


IHU (14/09/2009)

  • ''Só os sujeitos de linguagem podem crer em Deus''. Entrevista especial com Benilton Bezerra Júnior: “Só o poder das palavras torna possível experimentar o inefável, o indizível, o incomensurável, o mistério. Só sujeitos de linguagem podem crer em Deus”. As afirmações são de Benilton Bezerra Júnior, na entrevista que concedeu, por e-mail à IHU On-Line, adiantando aspectos sobre sua conferência Narrativas de Deus, e a transcendência hoje: uma abordagem a partir da psicanálise, que apresentará em 15 de setembro, no X Simpósio Internacional IHU: Narrar Deus numa sociedade pós-metafísica. Possibilidades e impossibilidades. De acordo com ele, “recusar a existência de Deus não implica recusar o lugar que ele ocupa”. Outro tema em discussão é a crise do sujeito atual, que vive a situação inédita da perda de legitimidade de uma autoridade transcendente. “Como consequência de uma exacerbação da lógica do individualismo moderno estaríamos presenciando o surgimento, pela primeira vez, de gerações sem compromisso com a tradição, incapazes de reconhecer autoridade e poder normativo em alguma instância para além de sua decisão individual. Num mundo impulsionado pela lógica do mercado, pela explosão de biotecnologias e pelo declínio do simbólico, tudo parece ter se transformado em matéria de escolha pessoal. Falar de transcendência ficou vagamente careta, démodé, old-fashioned”. Benilton é graduado em Direito e em Medicina, mestre em Medicina Social e doutor em Saúde Coletiva, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente, é membro do Instituto Franco Basaglia e atua como docente adjunto do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, e pesquisador do PEPAS (Programa de Estudos e Pesquisas sobre Ação e Sujeito) da UERJ. Ele é autor do artigo "Retraimento da autonomia e patologia da ação: a distimia como sintoma social", publicado no livro Inácio Neutzling (org.), O Futuro da Autonomia: Uma Sociedade de Indivíduos?, São Leopoldo - Rio de Janeiro: Editora Unisinos - Editora PUC-Rio, 2009. >>> Confira a entrevista.


Zenit (14/09/2009)


Deutsche Welle (14/09/2009)


Pletz (13/09/2009)


Leia mais:


Veja mais:

13/09/2009

12/09/2009

11/09/2009

10/09/2009


Nenhum comentário: