Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

quarta-feira, 31 de março de 2010

Estados Unidos não pressionam Israel o suficiente

Os artigos sobre Estudos Judaicos e Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque


O Globo (31/03/2010)

  • Pressão dos EUA sobre o Irã pode atingir Petrobras: Porta-voz do Departamento de Estado diz que Hillary já tratou do tema com Lula: Aumentou a pressão dos EUA por sanções contra o programa nuclear iraniano, tanto no Conselho de Segurança da ONU, do qual o presidente Obama exige uma decisão “em semanas”, como sobre as empresas que têm negócios com o Irã. Lista de empresas com financiamento americano que são alvo de investigação do Congresso dos EUA por comércio com o Irã inclui a Petrobras, segundo o “New York Times”. O porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowley, disse que Obama quer “uma conversa mais ampla” sobre essas empresas, e que o tema já foi tratado pela secretária Hillary Clinton com o presidente Lula e o chanceler Celso Amorim. O Itamaraty nega. A Petrobras diz que o contrato de exploração de petróleo com o Irã expirou em 2008. Em dez dias, o Brasil enviará a Irã, Egito e Líbano missão com 90 empresários, comandada pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge. Página 31 e editorial “Brasil na era do terrorismo”
  • Cerco aos negócios com o Irã: EUA pedem respeito do Brasil se ONU aprovar sanções; Petrobras poderia ser retaliada
  • Teerã aumenta número de execuções
  • O início de uma nova era
  • Colisão de partículas explicará enigmas que ainda envolvem 95% do Universo
  • Experiência reabre debate entre ciência e religião: Aproximação do homem da origem do Universo questionaria a necessidade da existência divina


FSP (31/03/2010)


FSP online (31/03/2010)


Estadão (31/03/2010)


CB (31/03/2010)


GP (31/03/2010)


Terra (31/03/2010)


G1 (31/03/2010)


Último Segundo (31/03/2010)


Uol Internacional / Mídia Global (31/03/2010)

  • EP: Estados Unidos não pressionam Israel o suficiente: O que falta para que o presidente Barack Obama passe de afirmar que está muito incomodado com Israel para estar de verdade? E isso que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, não para de facilitar as coisas. Há duas semanas recebeu o vice-presidente americano, Joseph Biden, em Jerusalém com o anúncio da construção de 1.600 novas moradias na parte árabe da cidade, e na passada um desplante parecido coincidia com a reunião dos dois líderes em Washington. Inflando a Palestina de colonos, Netanyahu não só ridiculariza a exigência de Obama de que pare a judaização dos territórios ocupados, como viola 21 resoluções da ONU que proíbem a alteração do contexto político, físico e demográfico da Cidade Santa e pedem a retirada israelense de tudo o que foi conquistado em 1967. Em 4 de junho de 2009 o presidente americano, em um discurso no Cairo, demonstrou o pouco informado que estava sobre a natureza profunda das relações de seu país com Israel, ao prometer ao mundo árabe e palestino um novo acordo, um recomeço; e embora reafirmasse todo tipo de garantias de segurança ao Estado sionista, o que parecia que estava anunciando era o fim do privilégio de Jerusalém em Washington. Depois de alguns meses, várias críticas e a publicação do Relatório Goldstone, que acusa Israel de crimes de guerra em Gaza, um Obama muito diferente dizia em 21 de janeiro à revista "Time" que o conflito era o "mais intratável" que havia conhecido, e com inocência pouco comum que "havia subestimado nossa capacidade de convencer Israel a mudar de política". Era a cauda que movia o cão. O grande especialista britânico Patrick Seale escreve hoje que "as espadas estão erguidas" entre dois dirigentes que "se detestam". >>> Leia mais, clique aqui.


Aurora Digital (31/03/2010)


O Globo online (30/03/2010)


Zenit (30/03/2010)

  • Semana Santa na internet: ao vivo de Jerusalém: O Centro Franciscano Multimédia (FMC), de produção televisiva, promovido pela Custódia de Terra Santa e pela H2onews, transmitirão pela internet as principais notícias e eventos da Semana Santa que serão realizados em Jerusalém. Além dos serviços de informação diária, será possível acompanhar ao vivo a Missa da Ceia do Senhor, na Quinta-Feira Santa, e a Vigília da Hora Santa de Getsêmani, no lugar a agonia de Jesus. Dois canais televisivos, Canção Nova e Telepace, distribuirão a programação via satélite para as emissoras da Europa, América Latina e Estados Unidos. Tudo isso estará também disponível por meio do canal da Custódia, http://www.youtube.com/user/videocustodia, e na www.h2onews.org. A colaboração entre a FMC e H2onews nasce em reposta ao apelo lançado pelo custódio da Terra Santa, Pe. Pierbattista Pizzaballa OFM, “para que os meios de comunicação católicos se esforcem por dar a conhecer a realidade e a beleza dos Lugares Santos, a partir desta Semana Santa”.


Deutsche Welle (30/03/2010)


Leia mais:


Veja mais:

30/03/2010

29/03/2010

28/03/2010


Nenhum comentário: