Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Gustavo Chacra: "Más de lo mismo no Oriente Médio"


Os artigos sobre Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque


Estadão (12/08/2009)

  • Gustavo Chacra: "Más de lo mismo no Oriente Médio": (...) A política do Poderoso Chefão de volta ao Líbano. Falando em Líbano, o líder druso Walid Jumblat abandonou a coalizão governista 14 de Março. Uma perda grave e uma indicação de que o cenário mudou para Saad Hariri e seus aliados ditos pró-EUA. Perdeu o seu principal articulador político. Pior, Jumblat é uma espécie de termômetro do Oriente Médio. Em geral, está sempre do lado do mais poderoso, ainda que sejam os sírios, acusados pela morte de seu pai – algo não tão importante na terra que vive como o filme “O Poderoso Chefão”. Vale lembrar que a Síria recebe uma comitiva americana para tratar da segurança do Iraque. Os Estados Unidos se aproximam cada vez mais de Damasco. Será que Jumblat percebeu algum movimento? Por enquanto, ele não se aliou com os xiitas da Amal e do Hezbollah, e com os cristãos de Michel Aoun, que integram a oposição. Preferiu se apoiar no presidente Michel Sleiman. Apesar de legalista, Sleiman sempre foi mais próximo do sírios do que dos sauditas – principal base de apoio do sunita Hariri. Fatah está renovado? Nos territórios palestinos, o Fatah diz ter se renovado, com 14 novos membros dos 18 do Comitê Central do Partido. Na verdade, são nomes que sempre estiveram na mídia. Um deles é o de Saeb Erekat. Honestamente, achava que ele fizesse parte do comitê central, já que está à frente das negociações com os israelenses desde Oslo. Não encaro tanto como renovação. O Fatah equivale ao Partido Justicialista (peronista) da Argentina. Tem de tudo e sempre dá um jeito de ficar no poder. Como dizem os argentinos, “és más de lo mismo”. Assim como o restante do Oriente Médio, como vocês viram acima. >>> Leia mais, clique aqui.


Último Segundo (12/08/2009)


Leia mais:


Veja mais:

12/08/2009

11/08/2009


Nenhum comentário: