Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Israelíes y palestinos esperan conocer el plan de paz de Barack Obama


Os artigos sobre Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque 1


Destaque 2

  • IHU (16/07/2009): As Narrativas de Deus na literatura, hoje: Titular da cátedra de Teologia da Cultura e Diálogo Inter-Religioso da Faculdade de Teologia Católica da Universidade de Tübingen, na Alemanha, o Prof. Dr. Karl-Josef Kuschel estará presente na Unisinos para apresentar uma das grandes conferências do X Simpósio Internacional IHU: Narrar Deus numa sociedade pós-metafísica. Possibilidades e impossibilidades. O evento ocorre entre os dias 14 e 17 de setembro, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio e o Escritório da Fundação Ética Mundial no Brasil. (...)Seus trabalhos são reconhecidos internacionalmente no diálogo entre religião e literatura, tanto do ponto de vista da teologia como dos estudos literários. (...) Kuschel também é referência na área do diálogo inter-religioso entre judeus, cristãos e muçulmanos e na relação entre teologia e literatura. Ele defende um "ecumenismo abraâmico", em que "não se pode mais pensar isoladamente no bem da Igreja, da Sinagoga ou da Umma": é preciso ficar "atento, sem indiferença, ao destino dos demais 'irmãos'", afirma.


FSP (00/07/2009)


FSP online (00/07/2009)


Estadão (16/07/2009)


O Globo (16/07/2009)

  • Hillary sai em busca de protagonismo: Secretária de Estado fica à sombra de Obama e Biden na política externa. (...) Hillary defendeu a tese do smart power (conceito de política externa que integra diplomacia, ação militar e investimentos em desenvolvimento como ferramenta de influência internacional) e reforçou pontos da política do presidente Barack Obama em temas tão variados quanto o papel do G-20 num mundo multilateral, a necessidade de se tentar o diálogo com o Irã (ainda que este gesto tenha um prazo de validade, alertou) ou a proposta de dois Estados, um palestino e outro israelense, no Oriente Médio. E afirmou que, hoje, parte para viagens à Índia e à Tailândia. Com isso, dizem analistas, Hillary declarase, oficialmente, de volta: — Há a impressão de que a secretária está sendo atropelada em termos de política externa, não apenas por um presidente e um vice-presidente extremamente ativos nesta área, mas pela quantidade de enviados especiais que se reportam diretamente à Casa Branca, incluindo Dennis Ross, mais recentemente indicado para o Irã — diz Henry Nau, professor de Ciências Políticas e Assuntos Internacionais da Universidade George Washington. — Se ela não se opôs a esta perda de autoridade, deveria tê-lo feito.
  • Ordem para soldados em Gaza era atirar primeiro: Grupo israelense publica depoimento de militares, que acusam Exército por uso excessivo de força.


ZH (16/07/2009)


Terra (16/07/2009)


Último Segundo (16/07/2009)


Uol Internacional / Mídia Global (16/07/2009)


Aurora (16/07/2009)


Pletz (15/07/2009)


Observatório da Imprensa (14/07/2009)


Leia mais:


Veja mais:

16/07/2009

15/07/2009

14/07/2009

13/07/2009

12/07/2009

11/07/2009

10/07/2009

Nenhum comentário: