Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

sábado, 12 de dezembro de 2009

Nahum Sirotsky: Extremismo ameaça diálogo de paz entre Israel e palestinos


Os artigos sobre Estudos Judaicos e Israel sempre atualizados você encontra aqui.



Destaque 1

  • Yosef Hayim Yerushalmi (1932-2009): Aos 77 anos, morreu ontem [10 de dezembro de 2009] Yosef Hayim Yerushalmi, em Nova Iorque, onde nasceu. Creio que ninguém contribuiu tanto como ele para a historiografia dos judeus portugueses. Não apenas pelo impressionante trabalho de investigação e cruzamento de fontes que realizou, descobrindo e analisando documentos inéditos, exumando designadamente o primeiro e, até há bem pouco tempo, único relato restante de uma testemunha ocular do massacre de 1506, compulsando as fontes hebraicas, às quais não puderam recorrer durante muitos anos os historiadores portugueses, mas, sobretudo, pelo seu labor de compreensão. (...) Os judeus ibéricos e, em particular, os portugueses não foram o único pólo da sua atenção. A reflexão sobre a complexa relação entre a memória e a história na formação da identidade nacional judaica foram objecto da sua obra mais conhecida - Zakhor. A circulação e reflexão que o livro suscitaram talvez se expliquem pelo facto de em nenhum outro caso nacional aparecerem com tanta clareza os problemas universais da sinuosa relação entre esses dois termos: memória e história, na formação de uma consciência nacional. Leia mais: Yosef Haim Yerushalmi ~ Kaddish... e Yosef Hayim Yerushalmi, author and Jewish historian dies e Yosef Hayim Yerushalmi z”l


Destaque 2

  • Uma análise do discurso de 'O Estado de S. Paulo' de 1942 a 1948: O presente trabalho constitui-se de quatro partes principais, cada uma dedicada a um tópico. Na introdução serão ditos quais problemas foram levantados para estudo, de que forma eles serão abordados e quais objetivos se pretendem atingir. No capítulo I, será feita uma breve revisão da literatura que aborda aspectos históricos importantes para compreender o contexto de produção deste estudo. O segundo capítulo será dedicado à exposição da teoria escolhida para o trabalho. O próximo capítulo tece alguns comentários a respeito do tratamento dado ao material que engendrou a pesquisa. O quarto capítulo envolve a aplicação direta da teoria exposta anteriormente. Esta dissertação aplica a teoria linguística conhecida como Análise do Discurso (AD) de linha francesa para análise de artigos recolhidos no jornal O Estado de S. Paulo entre os anos de 1942 e 1948, período escolhido por ser historicamente delimitado pela Shoah e pela declaração de independência do Estado de Israel.


Destaque 3

  • Processo de identificação: Um estudo de caso da Comunidade Judaica do Recife e sua relação com o Estado de Israel: O objetivo deste trabalho foi compreender, do ponto de vista da construção das identidades, se os judeus locais se identificam com os problemas – retorno dos refugiados palestinos, a divisão de Jerusalém, o processo de assentamentos judaicos e o futuro Estado palestino – que afligem o Estado de Israel. Verificou-se que tal identificação se concretizou e que ela foi marcada pela diferença nos posicionamentos em torno dos problemas apresentados acima, e pela identificação em torno de uma demanda que garante a unidade do grupo: o reconhecimento, pelos árabes, da existência do Estado de Israel em paz e segurança. A discussão teórica desenvolvida no trabalho procura entender o processo de identificação através de uma concepção de sujeito descentrado, concepção de sujeito que emerge de um contexto social e político marcado pela fragmentação dos processos constitutivos da realidade. É por meio do jogo da diferença que esse trabalho se orienta com relação ao processo de identificação. E foi através deste jogo que o grupo pesquisado mobilizou aspectos simbólicos – a consciência histórica, os aspectos étnico-religiosos, o anti-semitismo e o Estado de Israel – para constituir seu processo de identificação tanto com Israel quanto com os problemas para paz com os palestinos e para marcar sua diferença com relação ao mundo árabe.


Destaque 4

  • Eduardo Kac: uma poética da criação: Esta dissertação aborda a poética do artista multimídia Eduardo Kac, conhecido internacionalmente por suas obras inovadoras e polêmicas e pela atuação como professor, crítico e pesquisador de modalidades artísticas contemporâneas que envolvem o uso das novas tecnologias, incluindo algumas criadas por ele mesmo, como é o caso da holopoesia, da arte da telepresença e biotelemática e da arte transgênica. Consideramos a idéia da criação presente nos trabalhos, principalmente as relações entre esta e uma concepção mística de linguagem, baseada em conceitos e técnicas da Cabala judaica. A partir das obras de arte transgênica que compõem sua Trilogia da Criação: Gênesis (1999), GFP-Bunny (2000) e O Oitavo Dia (2001), buscamos iluminar as referências e procedimentos criativos que conectam o corpo de conhecimento bastante antigo e tradicional (a Cabala) com a reflexão sobre a criação e suas relações com a linguagem, na tradição cabalística e na arte contemporânea.


Destaque 5


Destaque 6

  • A caixa preta do nazismo: A coleção mais completa sobre Hitler e o Nazismo! Oito DVDs imperdiveis: A vida de Adolf Hitler, Auschwitz vol. I e II, Hinderburg, A Ciência e a Suástica vol. I e II e Soldados de Hitler vol. I e II. >>> Leia mais sobre o lançamento da Editora Abril, clique aqui.


O Globo (12/12/2009)


FSP (12/12/2009)


FSP online (12/12/2009)


Estadão (12/12/2009)


ZH (12/12/2009)


Terra (12/12/2009)


G1 (12/12/2009)


Último Segundo (12/12/2009)


Uol Internacional / Mídia Global (12/12/2009)


IHU (12/12/2009)

  • Dalai Lama encerra o Parlamento das Religiões do Mundo: Em Melbourne, na Austrália, diante de mais de 5.000 pessoas, o líder religioso budista afirmou que "todas as religiões levam a mensagem do amor". A reportagem é de Koldo Aldai, publicada no sítio Religión Digital, 10-12-2009. A tradução é de Moisés Sbardelotto.


Aurora Digital (12/12/2009)


Deutsche Welle (11/12/2009)


Jornal de Notícias (11/12/2009)


BBC Brasil (12/12/2009)


Leia mais:


Veja mais:

11/12/2009

10/12/2009

09/12/2009

08/12/2009

07/12/2009

06/12/2009

05/12/2009

04/12/2009

03/12/2009

02/12/2009

01/12/2009


Nenhum comentário: