Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (60) .... Chávez, um verdadeiro humanista (???!!!!???)

Marcelo Gutterman: Chávez, um verdadeiro humanista

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, decidiu expulsar do país o embaixador de Israel, como protesto pela ofensiva israelense contra Gaza. Em nota veemente, o governo venezuelano disse ter tomado a medida para reafirmar “sua vocação de paz e sua exigência de respeito ao direito internacional”. Para Caracas, “se houvesse vergonha neste mundo”, o premiê de Israel, Ehud Olmert, e o presidente dos EUA, George W. Bush, deveriam ser julgados pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra. Classificou o governo de Israel de “assassino”, e o Exército israelense de “covarde”, por “atacar um povo rendido e inocente”.


A atitude de Chávez não surpreende. Quem conhece a fundo sua biografia, e não liga para as calúnias da mídia vendida ao imperialismo, sabe perfeitamente que ele é um humanista. Por exemplo, em agosto de 2000, o misericordioso presidente venezuelano se tornou o primeiro chefe de Estado a visitar o presidente do Iraque, Saddam Hussein, desde a Guerra do Golfo, em 1991. Como se sabe, Saddam, que era outro humanista, estava sendo alvo de sanções internacionais na ocasião, coisa que Chávez qualificou de “injusta”. Saddam, o amigão de Chávez, chegou a levar o pacifista venezuelano para um passeio de carro, como mostra a imagem abaixo. Não se sabe o que eles conversaram no tête-à-tête, mas certamente o iraquiano deve ter aproveitado a momentosa ocasião para contar em detalhes como liquidou milhares de civis iraquianos, especialmente os 180 mil curdos assassinados em 1988. Destes, 5 mil foram mortos com o uso de armas químicas, no famoso massacre de Halabja, que também pode ser visto abaixo.


(obs. Ver as notas no blog de M. Guterman)


FSP online

G1

CBN

Em cima da Hora

Bom Dia Brasil

  • Israel vai permitir a entrada de ajuda humanitária: A pressão internacional sobre as péssimas condições de vida na Faixa de Gaza obrigou o governo israelense a permitir a entrada de itens fundamentais para a sobrevivência nos territórios palestinos.

Entre Aspas

  • A vida no conflito Israel x Palestina: No centro do conflito, há um valor esquecido: a vida. Até quando ela resistirá dentro dos hospitais sem luz ou nas casas sem água e sem comida?

Aurora

Jewish Indy

Veja mais:

Nenhum comentário: