Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Perfil

Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Cláudia Andréa Prata Ferreira é Professora Doutora - Categoria: Associado III - do Setor de Língua e Literatura Hebraicas do Departamento de Letras Orientais e Eslavas da Faculdade de Letras da UFRJ.

Translate

Seguidores

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (99) .... Gaza: hora de golpear o terrorismo (Gustavo Ioschpe)

FSP

Opinião, em 12/01/2009

Rio de Janeiro - Ruy Castro: Grade da paz


RIO DE JANEIRO - Fui fazer compras de Carnaval na S.A.A.R.A. A sigla, com esse aroma de avelãs e tâmaras, refere-se à Sociedade dos Amigos de Adjacências da Rua da Alfândega. Trata-se de um mercado a céu aberto no Centro do Rio, delimitado pelas ruas da Alfândega e Buenos Aires, no sentido mar, e praça da República e rua dos Andradas, no sentido continente.


É uma grade de ruas que mascates sírios, libaneses, turcos, judeus, gregos e espanhóis ocuparam ao descer dos navios, quando se abriram os portos brasileiros, em 1808, e seus descendentes estão lá até hoje. Consta de 600 lojinhas de tecidos, temperos, presentes, decoração e fantasias. Numa delas, a Casa Turuna, Carmen Miranda comprou os adereços para sua primeira baiana, em 1938. Não muito longe da rua Senhor dos Passos, 59, onde ela já havia morado com sua família aos dois anos, em 1911.


A S.A.A.R.A. recebe 70 mil pessoas por dia e é um dos lugares mais seguros do Rio. Não tem pivetes, mendigos e batedores de carteira, e não se sabe de brigas, altercações ou bate-bocas, nem mesmo entre comerciantes vizinhos e do mesmo ramo. Ao contrário: os árabes e judeus que disputam a freguesia competem nos preços e ofertas, mas vão almoçar juntos num dos ótimos restaurantes da região e riem das respectivas piadas.


Não que não sofram com a tragédia da faixa de Gaza. Acontece que se conhecem desde que nasceram e, antes disso, seus pais já eram amigos e irmãos. Além disso, são cariocas -uma categoria que ignora as barreiras de origem. Ali não há barreiras. Foi o que constatei ao fazer minhas compras de Carnaval.


Ah, sim, comprei confete e serpentina, como sempre, e um ou outro clóvis. Pensei também numa máscara do Obama. Mas preferi levar a do Obina, homem, até agora, de maior personalidade.


FSP

Tendências e Debates, em 09/01/2009

Gustavo Ioschpe: Gaza: hora de golpear o terrorismo


Seria bom se a comunidade internacional deixasse de tratar membros do Hamas como pobres coitados e os visse como são: genocidas


A COBERTURA do conflito entre Israel e Hamas surpreende pela omissão de dois fatos simples e indispensáveis. Primeiro: Israel não ocupa Gaza desde 2005. Segundo: o Hamas é uma organização terrorista. Não são "milicianos", "radicais", "fundamentalistas". O que diferencia o Hamas é o uso de métodos terroristas para alcançar seus objetivos. Objetivos, aliás, públicos e antigos: constam de sua carta de fundação, de 1988, solenemente ignorada pela imprensa.


Em seu documento, o Hamas declara "trabalhar para impor a palavra de Alá sobre cada centímetro da Palestina" (art. 6º). Aqui, "Palestina" é a histórica: território que hoje inclui Israel, Gaza e Cisjordânia. Essa formulação prega a destruição de Israel e a criação de um Estado islâmico, governado pela sharia (a lei muçulmana).


No artigo 7º, o Hamas cita "o profeta [Maomé]: "o julgamento final não virá até que os muçulmanos lutem contra os judeus e os matem'". No artigo 11, declara que a Palestina é um "Waqf": terra sagrada e inalienável para os muçulmanos até o Dia da Ressurreição e que, pela origem religiosa, não pode, no todo ou em parte, ser negociada ou devolvida a ninguém.


Há outros trechos interessantes -o Hamas deixa claro o papel dos intelectuais e das escolas, que é de doutrinamento para a jihad; das mulheres ("fazedora de homens" e administração do lar) e até determina o que é arte islâmica ou pagã -que permitem ao leitor antever o paraíso de liberdade em que se tornaria a Palestina caso a sua visão fosse concretizada.


Também há artigos em que o antissemitismo do grupo acusa a comunidade judaica internacional de dominar a mídia e as finanças internacionais e de ter causado a Segunda Guerra Mundial, em que 6 milhões de judeus foram assassinados.


O documento flerta tanto com o ridículo que ele mesmo esclarece, no artigo 19, que "tudo isso é totalmente sério e não é piada, pois a nação comprometida com a jihad não conhece a jocosidade". Quanto à seriedade do Hamas, não resta a menor dúvida, e seria bom que a comunidade internacional deixasse de tratá-los como pobres coitados e os visse como o que são: genocidas que só não implementam sua visão por inabilidade.


A realidade no Oriente Médio mudou, mas a imprensa brasileira não se deu conta. Passou tanto tempo atacando Israel por sua ocupação contra os pobres palestinos que continuam a dirigir sua sanha acusatória três anos depois do fim da ocupação.


Qual é a justificativa do Hamas para disparar foguetes contra a população civil israelense? Nenhuma. Para alguns, seria uma reclamação contra o bloqueio da fronteira. Essa é uma maneira totalmente ilegítima e inaceitável de protestar. Para notar o absurdo, basta imaginar se o Uruguai resolvesse lançar foguetes sobre a Argentina quando esta bloqueou suas fronteiras por causa da "guerra das papeleiras".


Pode-se realmente exigir de Israel que abra suas fronteiras a uma organização que deseja destruí-lo? Por que o Egito também bloqueia sua fronteira com o Hamas (apesar de ninguém protestar por isso)? Será por que o grupo usa a fronteira para contrabandear armas?


Quaisquer que sejam as razões do Hamas para a campanha de pirotecnia -campanha assustadora, que já lançou mais de 3.500 foguetes contra Israel-, nenhum Estado pode tolerar essa agressão contra seus cidadãos.


Comentaristas sugerem a resolução do problema por vias pacíficas, mas ninguém menciona exatamente como se daria a negociação, já que o Hamas não reconhece a existência de Israel. Aqueles que reconhecem o direito de resposta de Israel o fazem com duas condicionantes: que a resposta seja proporcional ao ataque e que civis não sejam vitimados.


A exigência de proporcionalidade é uma sandice. Levada ao pé da letra, significa pedir que um Estado democrático constitucional lance foguetes a esmo contra uma população civil indefesa. Outra "saída" seria a morte de mais soldados israelenses. Ou, melhor ainda, civis. Ninguém menciona que, na Segunda Guerra, morreram 22 vezes mais civis alemães do que ingleses. O dado é ignorado com razão.


A contabilidade é irrelevante. Hitler precisava ser derrotado.


É certo que a morte de qualquer civil é uma tragédia. Uma vida é uma vida. Mas, quando os acusadores se espantam que 20% ou 25% dos mortos sejam civis, eu me espanto pelo contrário: é preciso enorme controle e apreço pela vida de inocentes para que, em uma região densamente povoada e contra um inimigo que se esconde em regiões urbanas, o índice de acerto seja de 75% a 80%.


Os membros do Hamas se escondem em áreas residenciais, em prédios cheios de crianças. Agem de tal maneira que, em seu confronto com as democracias ocidentais, nós sempre saímos perdendo: ou pagamos com as vidas de nossos civis ou com um pouco da nossa civilidade.


Não há maneira militar de derrota-los em definitivo. A melhor saída é drenar o pântano: chegar a um Estado palestino com os moderados do Fatah e investir para que o atraso econômico e a sensação de derrota e humilhação de muitos países árabes sejam amenizados. Fazer com que o caminho da paz e da prosperidade seja mais atraente que o terrorismo.


Enquanto isso não acontece, é preciso mão forte para combater o terrorismo que já nos atinge. Ontem em Nova York, hoje em Gaza, amanhã provavelmente em outras capitais do mundo civilizado.


GUSTAVO IOSCHPE, 31, mestre em desenvolvimento econômico pela Universidade Yale, é articulista da revista "Veja" e foi colaborador da Folha . É autor de "A Ignorância Custa um Mundo" (Prêmio Jabuti 2005).


Veja mais:

12/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (98) .... Fisk como exemplo de isenção? Chamem o chefão do Hamas!!!!

Israel x Gaza x Oriente Médio (97) .... O Outro Lado da Guerra (Comunidade na TV)

Israel x Gaza x Oriente Médio (96) .... Dez teses sobre o ódio

Israel x Gaza x Oriente Médio (95) .... Aos poucos, aparecem os métodos e tramóias do Hamas

Israel x Gaza x Oriente Médio (94) .... Suicidas e antissemitas

11/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (93) .... Árabes e judeus que vivem no Brasil falam sobre o conflito e brasileiros vivem drama no Oriente Médio

Israel x Gaza x Oriente Médio (92) .... Analistas veem limitação em gestões do Brasil na região

Israel x Gaza x Oriente Médio (91) .... "A opinião mundial não nos salvará"

Israel x Gaza x Oriente Médio (90) .... Truth or propaganda?

Israel x Gaza x Oriente Médio (89) .... A Paz cansada de guerra

Israel x Gaza x Oriente Médio (88) .... Hitler and the Hamas in Gaza: Find the differences

Israel x Gaza x Oriente Médio (87) .... Israel pode, sim, vencer desta vez

10/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (86) .... "Os terroristas preferem o amor à guerra" (Hã??? Jura????!!!!!)

Israel x Gaza x Oriente Médio (85) ....Como ocorre o confronto em Gaza – do lado israelense e do lado do Hamas

Israel x Gaza x Oriente Médio (84) .... Israel não pode (e não vai) perder a guerra contra as forças da intolerância religiosa

Israel x Gaza x Oriente Médio (83) .... Militantes de Hamas e Fatah entram em choque

Israel x Gaza x Oriente Médio (82) ....Conflito é um beco com saída para a paz

Israel x Gaza x Oriente Médio (81) ....Crianças como escudos humanos

09/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (80) ....Leitores de Emir Sader acham que Hitler foi bonzinho e humano com os judeus

Israel x Gaza x Oriente Médio (79) ....Fundamentalismos

Israel x Gaza x Oriente Médio (78) .... A paz entre árabes e judeus no Rio

Israel x Gaza x Oriente Médio (77) ....Você é judeu? Então eu sou judeu

Israel x Gaza x Oriente Médio (76) .... O conflito do Hamas em cores (Giora Becher)

Israel x Gaza x Oriente Médio (75) ....Shimon Peres: 'O mundo, no fim, nos agradecerá'

Israel x Gaza x Oriente Médio (74) ....Intolerância e ódio (Bernardo Sorj)

Israel x Gaza x Oriente Médio (73) .... A guerra em Gaza em debate

Israel x Gaza x Oriente Médio (72) ....Resposta pública da FIERJ a situação atual

Israel x Gaza x Oriente Médio (71) ....Parcerias entre o Brasil e Oriente Médio (2006-2009)

08/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (70) .... Isso não é uma foto, é uma vigarice ultrajante

Israel x Gaza x Oriente Médio (69) .... Life must go on in Gaza and Sderot

Israel x Gaza x Oriente Médio (68) .... Quem é quem manda no Oriente Médio?

Israel x Gaza x Oriente Médio (67) .... Nota do PT sobre Israel: A Hitler o que é de Hitler

Israel x Gaza x Oriente Médio (66) ....Questão da 2ª fase da Fuvest aborda conflito entre Israel e palestinos

07/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (65) ....Soldados treinaram antes em cidade simulada no sul

Israel x Gaza x Oriente Médio (64) .... Qual é a melhor proporcionalidade? A absoluta. Então...

Israel x Gaza x Oriente Médio (63) .... Israel revida críticas do Vaticano que comparam Gaza a campo de concentração

Israel x Gaza x Oriente Médio (62) ....La comunidad judía de Brasil apoya a Israel desde los medios de comunicación

Israel x Gaza x Oriente Médio (61) .... Treinamento militar para crianças?

Israel x Gaza x Oriente Médio (60) .... Chávez, um verdadeiro humanista (???!!!!???)

Israel x Gaza x Oriente Médio (59) ....Israel luta por futuro de sua existência; Palestinos, para existir no presente

Israel x Gaza x Oriente Médio (58) .... A nota da “OLPT” / A carne barata das crianças palestinas / Mudar as palavras

Israel x Gaza x Oriente Médio (57) ....Como definir o que são alvos válidos?

Israel x Gaza x Oriente Médio (56) .... Israel querer sobreviver é proporcional

Israel x Gaza x Oriente Médio (55) .... Porque Israel está atacando o Hamas?

06/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (54) .... Violência ou diálogo? - Reflexões psicanalíticas sobre terror e terrorismo

Israel x Gaza x Oriente Médio (53) .... Batalha urbana começa

Israel x Gaza x Oriente Médio (52) .... Malbergier: As barbaridades sobre Gaza

Israel x Gaza x Oriente Médio (51) .... Bernardo Sorj: Oriente Médio: o caminho da paz não passa pelo maniqueísmo

05/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (50) ....Reportagens no JN (05/01/2009)

Israel x Gaza x Oriente Médio (49) ....E Israel entrou com as tropas em Gaza

Israel x Gaza x Oriente Médio (48) ....Negociar? Com quem? e ainda Palestinian legal adviser gets owned by Fox

Israel x Gaza x Oriente Médio (47) ....Gaza in Jewish History

Israel x Gaza x Oriente Médio (46) ....A batalha da desinformação

Israel x Gaza x Oriente Médio (45) ....Ações são recomendáveis (A.Dershowitz) e Fuvest aborda conflito no Oriente Médio

Israel x Gaza x Oriente Médio (44) .... Sim ou não à existência de Israel? Essa é a primeira questão. Eu digo “sim”

Israel x Gaza x Oriente Médio (43) .... Gaza: Israel sitia a capital

Israel x Gaza x Oriente Médio (42) .... Shalem Scholars Provide Analysis, Commentary on War in Gaza (The Shalem Center)

Israel x Gaza x Oriente Médio (41) .... What Really Happened In The Middle East - Terrorism Awareness Project

Israel x Gaza x Oriente Médio (40) ....Israel quer controlar cidades-chave em Gaza

Israel x Gaza x Oriente Médio (39) ....Israel divide Gaza em duas partes

Israel x Gaza x Oriente Médio (38) .... Brasileiros vivem no meio do conflito na Faixa de Gaza

04/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (37) ....Israel, Hamas, and moral idiocy by Alan Dershowitz

Israel x Gaza x Oriente Médio (36) .... Can the Jewish People Survive Without an Enemy?

Israel x Gaza x Oriente Médio (35) ....Israel's Policy Is Perfectly 'Proportionate' by Alan Dershowitz

Israel x Gaza x Oriente Médio (34) ....A bomba demográfica que assusta Israel

03/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (33) .... Sorte, isso mesmo, pode definir destino da operação em Gaza, diz historiador israelense

Israel x Gaza x Oriente Médio (32) ....Começa o ataque terrestre a Gaza, diz jornal israelense

Israel x Gaza x Oriente Médio (31) .... E a guerra chega ao oitavo dia...Até qdo?

Israel x Gaza x Oriente Médio (30)....Leituras e Notícias

Israel x Gaza x Oriente Médio (29) ....Sugestões de publicações

Israel x Gaza x Oriente Médio (28) ....Trabalhos acadêmicos

02/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (27) ....Mais sobre a manifestação na Avenida Paulista

Israel x Gaza x Oriente Médio (26) ....Es-Israel.Org

Israel x Gaza x Oriente Médio (25) .... Manifestação na Avenida Paulista por guerra em Gaza

Israel x Gaza x Oriente Médio (24)....A guerra continua e a mídia corre atrás....

Israel x Gaza x Oriente Médio (23)....A guerra continua: uma sexta-feira nada santa

Israel x Gaza x Oriente Médio (22).... E no sétimo dia não há descanso, a guerra continua

Israel x Gaza x Oriente Médio (21).... Vídeos: Foguetes em Sderot

01/01/2009

Israel x Gaza x Oriente Médio (20)...Mais ataques...foguetes...protestos

Israel x Gaza x Oriente Médio (19)....Mais foguetes em Israel....Saramago e Gaza

Israel x Gaza x Oriente Médio (18) ....Mídia?! Então o que realmente deve ser feito?

Israel x Gaza x Oriente Médio (17)....Chuva de foguetes em Israel

31/12/2008

Israel x Gaza x Oriente Médio (16)...Brasília: protesto contra ataques à Faixa de Gaza

Israel x Gaza x Oriente Médio (15)....Palestinos: Manifestação termina em confusão em Brasília

Israel x Gaza x Oriente Médio (14) .... Paz na região ficou mais distante

Israel x Gaza x Oriente Médio (13) .... Palestian Media Watch

Israel x Gaza x Oriente Médio (12) .... Israel exibe no YouTube as imagens de ataques

Israel x Gaza x Oriente Médio (11)...15 segundos (vídeo)

Israel x Gaza x Oriente Médio (10)

Israel x Gaza x Oriente Médio (9)

Israel x Gaza x Oriente Médio (8)

Israel x Gaza x Oriente Médio (7) .... Mais mídia e ainda "Ashkelon hospital moves its essential departments underground"

30/12/2008

Israel x Gaza x Oriente Médio (6)

Israel x Gaza x Oriente Médio (5)

Israel x Gaza x Oriente Médio (4)

29/12/2008

Israel x Gaza x Oriente Médio (3)

Israel x Gaza x Oriente Médio (2) ... O conflito e a Mídia

Israel x Gaza x Oriente Médio (1)....Panorama do OM e primeiras manifestações do conflito na mídia

Israel x Gaza (Vídeos)

Comerciais do Hamas 24-28 dezembro de 2008

Chanceler alemã responsabiliza Hamas por ofensiva israelense

Faixa de Gaza: Mortos em ataques passam de 300

Enough Is Enough

Israel expande ataque a Gaza

28/12/2008

Israel mata 225 em Gaza

Israel X Gaza (Panorama em 28/12/2008)

22/12/2008

Israel e Hamas engrossam o discurso e tensão aumenta no Oriente Médio: Hamas já lançou mais de 60 foguetes contra Israel em quatro dias. Governo israelense avisou a ONU que irá responder ataques. >>> Leia mais em G1, em 22/12/2008.

Nenhum comentário: